Idéias, pensamentos, teorias, críticas... O que se passa pela minha cabeça e for publicável está aqui! =)


Text

Nov 6, 2009
@ 1:49 pm
Permalink

Da série Produtos - O que faz um Gerente de Produto?

É um tanto complicado para definir o que faz um Gerente de Produto, talvez é um dos papéis mais multidisciplinar nas estruturas empresariais.

O GP deve se relacionar com todas as estruturas da empresa e ter um perfil de extrema negociação e argumentação.

Além disso, é necessária visão estratégica, conhecer as táticas de atuação da empresa e as suas relações com o mercado. Além da habilidade criativa e inovação. Tudo isso aliado a um forte senso matemático e financeiro para análise de negócios e projetos.

Em uma empresa, internamente, ele deve interagir com praticamente todas as áreas. Entre elas o jurídico, vendas, produção, qualidade, distribuição,atendimento, recursos humanos, assistência técnica, pesquisa e desenvolvimento.

Porém, quando falamos sobre interação externa, o GP deve ser apto para lidar com clientes, fornecedores, outras empresas para alianças estratégicas ou acordos de negócio.

Como visto, é um cargo bastante amplo e complexo e exerce enorme importância no sucesso de um produto ou até mesmo da empresa.

Há alguns fatores críticos para o sucesso da empresa como a rapidez para acompanhar o mercado, e saber utilizar a informação de maneira correta nas tomadas de decisão. Para tal, são necessários  tempo, recursos financeiros e sobretudo, conhecimento para estruturação de departamentos e ferramentas de inteligência de mercado.

Coletando informações

Para elaborar estratégias, ou fazer decisões, são necessárias informações para se basear. Para isso, o GP pode pesquisar em diversas fontes, como:

Vendas

Institutos

Distribuição

Assistência Técnica

Pesquisa de Mercado

Sistemas de Atendimento

Informações de vendas e financeiras.

O complicado, e que pode vir a dar maior trabalho, é realizar a integração desses dados.

A Unilever, por exemplo, possui uma base mundial de dados que regista todas as informações do mercado, informações da própria empresa, experiências de inovação com resultados.

É necessário então a adoção de ferramentas e processo para que essas informações possam ser integradas e captadas.

Como foi visto, para ser um Gerente de Produto, é necessário estar conectado com a empresa, o mercado e todas as informações que rondam o assunto. É necessário além do poder de argumentação um perfil de extrema negociação.

Caberá ao gerente de produto planejar e controlar o ciclo de vida do produto, desde o lançamento até a possível eliminação. Dar apoio a áreas de vendas, realizar contatos com clientes e canais de distribuição.

Entre todas essas funções, podemos concluir a indiscutível importância de um Gerente de Produtos dentro de uma empresa e a participação no sucesso da mesma.