Idéias, pensamentos, teorias, críticas... O que se passa pela minha cabeça e for publicável está aqui! =)


Text

Nov 19, 2009
@ 6:08 am
Permalink
1 note

A importância de conhecer um produto antes mesmo de ser criado

 

Lançamento de novos produtos

O atual cenário dos negócios obriga as empresas estarem sempre atualizadas tecnologicamente. A grande concorrência, o alto número de produtos, e a exigência do consumidor, muitas vezes levam as empresas a pensarem novos produtos para que continuem com uma fatia do mercado ou para até mesmo agregarem novos públicos.

Ao lançar um novo produto, ele pode ser novo para o mercado ou novo para a empresa.  Ele, o produto,deve contribuir para satisfazer os desejos do consumidor ou uma nova necessidade, portanto ele, o consumidor, deve ser sempre o fator determinante para definir os conceitos do produto.

Entretanto, diversos fatores colaboram para o sucesso ou fracasso de um produto, devido a isso, o lançamento deve ser muito bem planejado e deve-se prestar atenção a todas as etapas envolvidas no processo.

Um carro por exemplo, pode ter ido bem em todas etapas, ser um carro bom, porém, se na hora da comercialização, a comunicação mostrar o produto de maneira errada em relação ao público alvo, o carro pode ter uma aceitação muito baixa e ser um fracasso de vendas.

 Etapas do processo

Diversas etapas compõem o lançamento de um produto, desde as definições de estratégias de comunicação, viabilidade financeira, capacidade de produção, demanda, análise de mercado entre diversas outras. Porém, Kotler sugere um roteiro de etapas  cíclico, ou seja, caso haja uma resposta negativa, deve –se abandonar a idéia ou conceito adotado ou retorna a algum dos passos anteriores. Esse processo é composto por oito etapas. São elas:

·   geração de idéias

·   análise de triagem

·   desenvolvimento do conceito e testes

·   desenvolvimento das estratégias de marketing

·   análise do negócio

·   desenvolvimento do produto

·   teste de mercado

·   comercialização.

 Conceituação das etapas

A primeira etapa para o desenvolvimento de novos produtos é a geração de idéias. Como dito anteriormente, conhecer o cliente tem uma grande importância no sucesso de um novo produto, ouvi-lo também é muito importante. Ouvir o cliente é um excelente tipo de geração de idéias. VOC, (Voice of Costumer, em português: Voz do Cliente) é uma das principais formas de geração de novas idéias. Pode se utilizar da ferramenta de SAC para escutar elogios, reclamações, sugestões, e transformar todas essas informações em dados que ajudem a definir as necessidades e os desejos dos consumidores para basear o novo lançamento nesses interesses. Diversas marcas realizam grupos de foco, de discussão, para saber o que pensam do produto antes mesmo de entrar no mercado.

Ouvir os funcionários também é uma excelente fonte de novas idéias, muitas vezes por estarem em contato direto com os clientes, os funcionários têm mais conhecimento do pensamento do consumidor relacionado à empresa ou ao produto. Também é interessante analisar a concorrência e procurar brechas de mercado que possam favorecer o seu produto, como benefícios ou serviços que você possa passar a oferecer e que a concorrência não oferece.

A segunda etapa no lançamento de um produto é a análise de triagem de idéias, que consiste em analisar as idéias e eliminar as ruins ou sem utilidade. A importância dessa etapa é que pode evitar custos de desenvolvimento e futuros prejuízos devido à más escolhas. Algumas informações são requeridas pelas empresas na hora do processo decisório, são elas: preço, concorrência, mercado total, descrição da idéia do produto, avaliação de retorno desse projeto, alvo estimado em volumes e valores, custos de desenvolvimento e produção estimados.

Na etapa de desenvolvimento do conceito e testes é onde ocorrerá  a tradução para a linguagem que o cliente possa avaliar. Deve se criar uma experiência muito próxima da real para poder avaliar qual será o valor percebido, a intenção de compra, nível de necessidade, nível de lacuna, entre outros fatores determinantes para reduzir custos e maximizar chances de sucesso do produto.

Após conhecer melhor o produto a ser lançado e a sua aceitação e valor em relação ao mercado, é a hora de traçar as estratégias de marketing que se divide em três etapas. Na primeira etapa deve-se descrever dados sobre o mercado, como o tamanho, a estrutura e o comportamento. Deve se ter o posicionamento do produto, as metas de vendas, participação no mercado e quais os lucros que serão atingidos no primeiro ano. Na segunda etapa descrevemos o preço planejado, a estratégia de distribuição e qual o orçamento de marketing.

Posteriormente, através da terceira etapa devem-se determinar as metas de vendas e de lucros em longo prazo e qual a estratégia de mix de marketing ao longo do tempo.

Outra etapa crucial é realizar a análise do negócio que nada mais é do que quais serão os resultados financeiros do negócio com o passar do tempo. Devem ser avaliados os lucros, custos, receitas e depreciação de investimento. Deve ser feita baseada na realidade das análises e pesquisas se desprendendo da afinidade com a idéia, focando apenas nas estimativas reais.

Quando se passa para a etapa de desenvolvimento do produto, ele vai para a área de pesquisa e desenvolvimento ou para a engenharia. No caso de serviços, é direcionado para áreas de processos ou desenvolvimento de sistemas.

Nesse momento deve haver extrema comunicação entre os profissionais de marketing, engenheiros e produção pois pode se fazer uso do método QFD, Quality function deployment, que auxilia os projetistas na concentração das características do ponto de vista do cliente, companhias ou desenvolvimento tecnológico.

A etapa de teste de mercado é quando o produto já está praticamente pronto, e é quando é testado em situações quase reais. Podem ser testados com usuários da própria empresa, clientes selecionados, ou até mesmo em feiras de negócios quando forem bens empresariais. Deve-se atentar que nessa última opção, o produto é exposto antecipadamente, as vezes não finalizado, para os concorrentes.

Pode ser também utilizada a técnica de antecipação para minimizar o assédio imediato de concorrentes maiores devido ao fato de os clientes aguardarem um pouco mais sua compra.

Finalmente, a última etapa, a da comercialização, é a etapa em que produto é lançado no mercado e o início da gestão do produto e marca. Deve-se atentar para que o produto consiga atingir a demanda do mercado, caso contrário, se houver vários interessados, mas não há o produto para entrega, pode haver migração de mercado para a concorrência. O filme Piratas da Informática, presente como complemento do estudo na unidade 3.7,  nos passa um bom exemplo do lançamento de um produto sem condições de atender a enorme demanda que obteve em seu lançamento.

 Marketing de relacionamento

Muito importante também no lançamento de um produto e no sucesso de uma empresa, é saber entender e gerir a comunicação de uma empresa com seus clientes. Conhecendo o Marketing de Relacionamento é possível conquistar novos clientes e fidelizar os existentes tornando os rentáveis pelo maior tempo possível.

Para isso, deve-se estudar e conhecer a fundo o mercado, suas exigências, necessidades e desejos para estabelecer um laço de identidade entre empresa e cliente. A Apple é uma empresa que aposta no marketing de relacionamento. Através de sua comunicação jovem ela passou de uma marca para um estilo de vida, com verdadeiros fãs que aguardam ansiosos cada lançamento, mesmo que não tragam muitas novidades. As empresas que apostam no marketing de relacionamento têm a chance de se diferenciar dos concorrentes e ganhar uma vantagem extra no mercado. Marketing de Relacionamento é conhecer o cliente e reconhecer sua importância para as empresas, fazendo o possível para entregar produtos ou serviços correspondentes aos seus desejos e necessidades.

Além de adquirir novos clientes e fidelizar os existentes, o Marketing de Relacionamento tem uma importância muito grande na geração de novas idéias e produtos. Criando um bom relacionamento com o seu público, você conhece a fundo os seus interesses e desejos tornando muito mais fácil a adequação de novos produtos à suas necessidades.

Conclusão

Lançar um produto no mercado não se resume a apenas criar um produto e colocá-lo à venda. Como vimos anteriormente, diversas etapas são necessárias para um lançamento. Desde a geração de idéias, passando pela conceituação, os testes de mercado e a comercialização, todas as etapas são de suma importância e devem ser encaradas como verdadeiras ferramentas nas empresas.

Cumprindo as etapas para um lançamento de um produto nos faz conhecê-lo totalmente e estarmos aptos para identificar qual o público que irá adquiri-lo e o que ele espera pois produtos não se vendem sozinhos, é preciso de pessoas para comprar, cabe ao gestor de produtos e a equipe de desenvolvimento orientar o processo de criação e comercialização da maneira correta rumo ao sucesso.

 

 

 

 

  1. fmiron posted this